Login:

AlunosColaboradoresDocentes
A-
A+

Engenharia de Produção

O curso de Engenharia de Produção da UNIFATEB possui como premissa formar profissionais que controlem e melhorem processos de forma otimizada e inovadora, desde a produção de produtos até sistemas de compra, estoque e gerenciamento de equipes.

MODALIDADE
Presencial e EAD
TURNO NO PRESENCIAL
Noturno
REGIME
Semestral
COORDENAÇÃO DE ÁREA
Profª. Dra. Kelly Iarosz
UNIDADE
Telêmaco Borba
POR QUE ESTUDAR Engenharia de Produção?
ONDE VOU TRABALHAR?
QUEM FEZ RECOMENDA!
OUTRAS INFORMAÇÕES
  • Aumentar o grau de competitividade da indústria regional e nacional.
  • Aproveitar as condições regionais, enfocando as tecnologias dos principais produtos obtidos ou passíveis de obtenção na região, preservando a vocação produtiva e ecossistema.
  • Possibilitar o fomento à pesquisa.
  • Desenvolver a capacidade de empreender novos negócios.
  • Concepção, operação e melhoria de sistemas e processos.
  • Gestão de projetos de Engenharia.

 

O Engenheiro de Produção é habilitado para trabalhar em empresas de manufatura dos mais diversos setores, como metalúrgica, mecânica, química, construção civil, eletroeletrônica, agroindústria, em organizações de prestação de serviços, como bancos, empresas de comércio, instituições de pesquisa e ensino e órgãos governamentais.

O Engenheiro de Produção é apto a trabalhar em diversas áreas dentro de uma empresa:

  • Área de operações: execução da distribuição dos produtos, controle de suprimentos.
  • Área de planejamento: estratégico, produtivo, financeiro.
  • Área financeira: controle financeiro, controle dos custos, análise de investimentos.
  • Área de logística: planejamento da produção e da distribuição de produtos,
  • Área de marketing: planejamento do produto, mercados a serem atendidos,

E, nos mais diferentes setores da economia:

  • Setor fabril;
  • Empresas de serviços tais como: empresas de transporte aéreo, transporte marítimo, construção, consultoria em qualidade, hospitais, consultoria em geral, cursos etc.;
  • Instituições e empresas públicas tais como: Correios, Petrobras, Agência Nacional de Energia, Agência Nacional de Petróleo, BNDES etc.;
  • Empresas privadas de petróleo, usinas de açúcar, empresas de telefonia, agroindústrias, indústrias de alimentos, bancos (parte operacional), seguradoras fundos de pensão;
  • Bancos de investimento (na análise de investimentos).

 

LEI Nº 5.194 – DE 24 DEZ 1966 – Regula o exercício das profissões de Engenheiro, Arquiteto e Engenheiro Agrônomo e dá outras providências.

RESOLUÇÃO Nº 235 – de 09 OUT 1975 do CONFEA – Discrimina as atividades profissionais do Engenheiro de Produção.

PARECER SOBRE A REGULAMENTAÇÃO DA ENGENHARIA DE PRODUÇÃO NO CONSELHO NACIONAL DE EDUCAÇÃO E NO SISTEMA CONFEA-CREA

RESOLUÇÃO Nº 288 – de 07 DEZ 1983 – Designa o título e fixa as atribuições das novas habilitações em Engenharia de Produção e Engenharia Industrial.

RESOLUÇÃO N.º 1 – de 3 ABRIL 2001 – Estabelece normas para o funcionamento de cursos de pós-graduação.

RESOLUÇÃO CNE/CES nº 11, de 11 de MARÇO de 2002 – Institui diretrizes curriculares nacionais do curso de graduação em engenharia.

Matriz Curricular até 2018

Matriz Curricular a partir de 2019

Base legal: Autorizado pela Port. n° 169 de 13/09/2012 – D.O.U. 14/09/2012. Pag. 35 – Seção 1.
Reconhecido pela Port. MEC nº 916, de 27/12/2018, D.O.U. de 28/12/2018. Pag. 184 – Seção 1.

 

© 2022 FATEB - CNPJ: 00.904.138/0001-15 | Desenvolvido por Freshlab Agência Digital.

crossmenu linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram